Domingo, 2 de Julho de 2006

Sei que estás aí

Sei que estás aí,

em frente a este mesmo mar

entre o verde da montanha

e o azul do céu, azul, azulinho

E eu aqui... olhando o rio

que passa de mansinho

saudoso, te digo baixinho…

Amor… que saudades ...

… não te posso abraçar

…não te posso alcançar





Sinto a tua presença

aqui nos meus ouvidos

revoltando os meus sentidos

Esta ilusão de estares perto…

mas não te posso tocar…

O meu braço não chega

A esse lado do mar…



Nelson
publicado por mm.catarino às 19:38
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Broken.Heart a 9 de Julho de 2006 às 17:08
Tão perto e tão longe. Como doi a saúdade. Como é duro querer e não ter quem tanto amamos. O que faríamos...
Deixo-te beijos de esperança.
http://espelhodemim.blogs.sapo.pt


De vivere all'estero a 30 de Julho de 2010 às 12:27
Este texto bonito. escrever é uma terapia natural que nos ajuda não só para lançar luz sobre os problemas, mas também para superar


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.posts recentes

. Amor é...

. Sei que estás aí

. Na cauda do vento

. DESEJOS

. TENHO SAUDADES

. QUERO FAZER AMOR CONTIGO

. Silêncios

. Ver pelos teus olhos

. TENHO SAUDADES

. "Dia dos Namorados"

.arquivos

. Setembro 2009

. Julho 2006

. Abril 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds